SNIRH JÚNIOR
Conhecimento e Diversão

Histórias

sobre a água

Mais histórias.
Lenda da Nossa Senhora da Boa Viagem
Paisagem do rio Douro

O rio Douro era um rio de mau navegar. Havia pontos onde muitos barcos caíam, morrendo muitas pessoas afogadas. Um desses pontos era do «Piar».

Ora num certo dia, numa enchente do rio, os barqueiros de Barrô, viram que à tona da água, vinha uma imagem de nossa Senhora.

Apanharam a imagem que boiava no rio, deram-lhe o nome de «Senhora da Boa viagem» e fizeram um nicho no rochedo dos Piares, meteram lá a imagem da senhora e prenderam-na com um cadeado para as cheias a não levarem.

Os barqueiros, vendo aquela linda imagem, várias vezes a vieram buscar, mas a senhora, gostando mais das pessoas de Barrô, voltava sempre para o nicho, que os habitantes de Barrô lhe tinham feito.

Quando iam, rio abaixo, os barcos rabelos carregados de vinho e outras coisas, chegavam aquele sítio tão medonho, os barqueiros tiravam as boinas da cabeça e rezavam à senhora da Boa Viagem, para que lhes valesse e acudisse.

Para agradecerem a Nossa Senhora a protecção que lhes dera ao longo do ano, nas suas viagens rio abaixo rio acima, os barqueiros de Barrô, iam todos os anos em Agosto tirar a imagem lá do alto dos rochedos, colocavam-na num andor e levavam-na na procissão do dia 15 de Agosto, Festa de Santa Maria de Barrô.

E assim se faz ainda hoje!


O SNIRH-JÚNIOR é um site integrado no Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos

PESQUISAR


English Version

English Version.

ACESSIBILIDADE

Símbolo de Acessibilidade à Web. [D]