Água: Fonte de Vida

   

Ciclo da água

      

A água existente no planeta Terra não constitui uma realidade estática. Estabelece-se, assim, um sistema fechado, no qual a quantidade total se mantém praticamente constante. E nele, ela é mantida em circulação constante pela energia solar, que sobre ela actua, directa ou indirectamente.

       Uma forma de subdividir e analisar este ciclo, consiste em distinguir dois ramos: o ramo aéreo e o ramo terrestre.

       Importa realçar o movimento contínuo da água entre a superfície do planeta e a atmosfera, através de processos de evaporação da água superficial (oceanos, lagos e rios, glaciares e zonas geladas, solo, etc.), e de transpiração da biomassa. Estes fenómenos são condicionantes das características das massas do ar atmosférico, da dinâmica das suas alterações e do estabelecimento dos movimentos cíclicos do conjunto. Globalmente, podem identificar-se os seguintes fenómenos, no mecanismo do ciclo hidrológico:

 

marca

1. Transferência da água, na fase de vapor, do planeta para a atmosfera, por evaporação a partir dos estados líquido e sólido e por transpiração das plantas;

marca

2. Transporte da água, entre as suas diversas fases, através de diferentes processos de circulação (locais e regionais) e pela circulação atmosférica global;

marca

3. Condensação parcial do vapor de água da atmosfera sob a forma de partículas (líquidas e sólidas), presentes em suspensão no ar, onde formam aerossóis (nuvens e nevoeiros);

marca

4. Transferência da água, presente nas fases líquida ou sólida da atmosfera, para a superfície do planeta, por precipitação ou por outras formas de deposição de hidrometeoros;

marca

5. Escoamento e retenção da água na superfície e sua infiltração no subsolo, com processos adicionais de absorção pelos sistemas radiculares das plantas.

        A circulação da água no ciclo hidrológico depende das energias solar e gravítica. As alterações da composição da atmosfera, que tenham repercussões no balanço energético irão afectar o ciclo hidrológico e o clima do planeta Terra.

 

Compartimentos Volume (103 Km3) Percentagem do Total
Água Superficial    
Lagos de água doce 125 0,009
Lagos salinos e mares interiores 104 0,008
Rios e torrentes 1,3 0,0001
Total 230 0,017
Água Subsuperficial    
Humidade do solo 67 0,005
Águas subterrâneas 8000 0,62
Total 8067 0,625
Calotes geladas e glaciares 29000 2,15
Atmosfera 13 0,001
Oceanos 1330000 97,2
Total 1364730 100

 

Indicação dos valores de água presentes nos diferentes compartimentos do ciclo hidrológico

 

 

        A manutenção do equilíbrio do ciclo hidrológico é essencial à manutenção do equilíbrio da biosfera. Nem a distribuição da humidade atmosférica á uniforme, nem a quantidade de água precipitada á igual em todos os pontos do globo. E também a sua distribuição é contínua ao longo do ano.

        Existem, por isso, problemas muito concretos, relacionados com a possível ocorrência de situações de défice da água disponível em diferentes locais e momentos, em função de condicionalismos locais, sazonais e temporais.

 

 

 
marca

Home

 

marca

A água: sua indispensabilidade e limitação

 

marca

Evolução do Planeta Terra

 

marca

A dependência da água das diferentes civilizações

 

marca

A água enquanto origem de tensões

 

marca

Poluição da água

 

marca

Doenças ligadas à água

 

marca

Rio Douro

 

marca

Rio Bestança (um dos menos poluídos da Europa)

 

marca

Moinhos de água

 

marca

A nossa Terra (galeria de fotos)

 

marca

Medidas para poupar água

 

marca

Conclusões

 

marca

Bibliografiadecloud.gif (6482 bytes)