Página de entrada do SNIRH

Formulário para login Login
...sdadasdasd f asd f
Formulário para pesquisa de estações
Formulário para pesquisa no site
28/05/2017 01:56 [UTC+1] - 2016/17 [240/365]
Home > MEDIATECA > Glossário
Glossário com 315 termos sobre Recursos Hídricos.

Escolha uma letra:

Existem 31 termos começados pela letra C.

Cabeceira
Lugar onde nasce um rio ou riacho; nascente.
Calor
Forma de energia transferida entre dois sistemas em virtude de uma diferença de temperatura.
Canais
Correntes de água resultantes de obras de derivação e regularização do leito e margens e adequadas à navegação ou à flutuação.
Canal
Curso de água natural ou artificial, claramente diferenciado, que permanente ou periodicamente contém água em movimento ou que forma uma ligação entre duas linhas de água.
Captação
Captação de água de uma nascente mediante condutas ou canais.
Caudal
Quantidade de água, expressa em volume, por unidade de tempo (l/s; m3/s).
Charco
Porção de água estagnada e pouco profunda.
Imagem exemplo.
Cheia
Acentuada subida do nível da água num curso de água, lago, reservatório ou região costeira.
Cheia Anual
Caudal máximo escoado durante o período de um ano.
Cheia Máxima Prevista (vide Cheia de Projecto)
Caudal máximo de cheia, podendo estar associado ao hidrograma de cheia, adoptado para o dimensionamento de uma estrutura hidráulica segundo normas vigentes, nomeadamente a determinados períodos de retorno.
Cheia Rápida
Cheia de curta duração com uma descarga relativamente elevada. Provoca inundação e devido à sua natureza é difícil de prever.
Cheias Extraordinárias
Cheias associadas a diversos períodos de retorno elevados.
Cheias, Canal de Desvio de
Canal construído para derivar fluxos de água de montante para jusante.
Cheias, Estruturas Protectoras de
Conjuntos de estruturas que reduzem os efeitos das cheias, mediante soluções físicas, incluindo reservatórios, paredões, dragagem, derivações, e outros.
Chuva
Precipitação contínua de água liquida cujas gotas têm um diâmetro superior a 0,5 mm.
Chuvisco
Precipitação bastante uniforme, composta exclusivamente de gotas de água muito pequenas (diâmetro menor que 0,5 mm), muito próximas umas das outras que dão a sensação de quase flutuarem no ar.
Ciclo Hidrológico
Pode ser descrito pelas etapas: Evaporação (Alguma da água que existe na atmosfera resulta da evapotranspiração, que é, o resultado da água que se evapora directamente dos solos mais o resultado do metabolismo das plantas (respiração e transpiração), no qual elas libertam vapor de água para a atmosfera); precipitação (A água volta à superfície terrestre sob a forma de chuva, neve ou orvalho); Infiltração (Parte da água que regressa à Terra, e que não é devolvida directamente à atmosfera por evaporação, penetra nos solos constituindo o escoamento subterrâneo) e escoamento (água que escorre sobre a superfície origina os rios e lagos.
Tanto o escoamento superficial como o escoamento subterrâneo vão alimentar os rios, lagos e oceanos, dando origem ao recomeço do ciclo).
Ciclone
Sistema de circulação atmosférica fechado, em grande escala, com pressão barométrica baixa e ventos fortes no sentido inverso ao dos ponteiros do relógio no hemisfério Norte, e no sentido destes no hemisfério Sul. No Oceano Índico e Pacífico Sul chama-se ciclone; no Atlântico ocidental e Pacífico oriental chama-se furacão; e no Pacífico ocidental chama-se tufão.
Climatologia
Ciência que que interpreta e descreve os climas, tendo como bases de apoio a meteorologia.
Coeficiente de Colheita/Humidade
O coeficiente entre a precipitação e a evapotranspiração potencial; índice utilizado para avaliar o efeito das secas na agricultura.
Condições do Solo
As condições da terra (humidade, desagregação, densidade, etc.) que podem atenuar ou intensificar agentes activos de catástrofes, tais como secas, cheias ou movimentos sísmicos.
Confluência
União ou ponto de união de dois ou mais cursos de água.
Controlo de Cheias
A gestão de recursos de água através da construção de barragens, reservatórios, diques, etc. para evitar inundações.
Controlo de Torrentes
Estruturas (rocha ou outros materiais) construídas para deter a erosão de canais de água.
Corrente Flutuável
Aquela por onde estiver efectivamente em costume fazer derivar objectos flutuantes, com fins comerciais, ou a que for declarada como tal.
Corrente Navegável
A que for acomodada à navegação, com fins comerciais, de embarcações de qualquer forma, construção e dimensões.
Correntes Não Navegáveis Nem Flutuáveis
As demais correntes de água que não reúnem os requisitos indicados para as correntes navegáveis ou para as correntes flutuáveis.
Correntes de Água Artificiais
Os canais e as valas (correntes de água conduzidas através de sulcos abertos no terreno para os locais onde devam ser utilizadas ou, em certos casos, para permitirem a navegação ou a flutuação).
Correntes de Água Naturais
Os rios, ribeiras, torrentes e barrancos e os córregos de caudal descontínuo (sulcos relativamente estreitos e profundos onde as águas correm por forma intermitente conforme as condições de pluviosidade).
Curso de água
Canal natural ou artificial através do qual a água pode fluir.
Curva de Classificação (Tabela de Classificação)
Curva que indica a relação entre o nível da água e o caudal de um curso de água numa estação hidrométrica. Se for digitalizada, trata-se de uma tabela de classificação.

O Serviço SNIRH foi premiado pelo Instituto de Informática (Prémio Descartes 1997). O programa Rios-SVARH recebeu o 3.° Prémio, na categoria de Gestão, do Concurso de Software 2003 da Microsoft. O SNIRH participa activamente no Banco Internacional de Objetos Educacionais. É permitido o uso dos conteúdos deste site, desde que mencionada a sua fonte.

Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território Instituto da Água